fechar menu fechar menu

Novidades Cruceros Australis

A temporada 2012/2013 da Cruceros Australis tem novidades!! Confira:
  • Crianças grátis no Natal 
Crianças e adolescentes de até 15 anos não pagam nada nas navegações de Natal, desde que acompanhadas por um adulto. 
A promoção é válida para as saídas de 21 de dezembro, na rota Ushuaia/Puntas Arenas, e 22 de dezembro, na rota Punta Arenas/Ushuaia.

  • Descontos de 15%

O valor do cruzeiro Punta Arenas/Ushuaia, em 9 e 15 de dezembro, terá 15% de desconto. 
Vale lembrar que são 4 noites em sistema all inclusive!

  • Baleias Jubarte 
Em 2013, a companhia Australis oferecerá 4 cruzeiros especiais temáticos para observação de baleias jubarte, que se alimentam na região da Ilha Carlos III, no Estreito de Magalhães.
No Stella Australis, a saída será em 12 de janeiro. Já no Via Australis, haverá três datas: 4 e 20 de fevereiro e 8 de março.

  • Nova rota
Nesta temporada, o navio Via Australis oferecerá aos turistas uma nova rota, com saídas em datas especiais entre Ushuaia, na Argentina, e Punta Arenas, no Chile. 
Ao contrário do itinerário tradicional entre as duas cidades, que possui três noites, este durará quatro e incluirá duas geleiras a mais: Pia e Garibaldi.
Verifique detalhes e valores de pacote para Rota de Punta Arenas para Ushuaia.
Verifique detalhes e valores de pacote para Rota de Ushuaia para Punta Arenas.

Consulte o Point da Neve sobre estas novidades!

Patagônia Feelings – El Calafate

El Calafate está cada vez mais famosa… este pequeno vilarejo, às margens do Lago Argentino  (o maior lago do país vizinho) é o ponto de apoio e acesso aos visitantes que vem conhecer a Geleira Perito Moreno ( garantimos,  esta é uma das visões mais lindas e impressionantes de nosso planeta) e os muitos glaciares do Lago Argentino, ocupando os muitos hotéis, hosterias e albergues da cidade – e seus ótimos restaurantes e pubs,  a noite também é bem divertida.

Veja alguns motivos para você ir lá – o mais rápido possível :

Perito Moreno é o nome do engenheiro que demarcou as fronteiras de Argentina e Chile; e os hermanos o homenagearam dando a esta enorme e singular geleira o seu cargo e nome: Perito (seu cargo)  Moreno (seu sobrenome). E há motivos: é algo deslumbrante, tão lindo que parece montagem, cenário feito em computador para algum filme de aventuras. É a Patagônia em toda sua glória!

A Geleira Perito Moreno tem cerca de 60 metros de altura e 2km de extensão, e você fica muito perto dela, em passarelas seguras e bem construídas ( são quilômetros delas…) , vendo o espetáculo visual e auditivo  :   a cada poucos minutos,  lascas enormes de gelo se desprendem da geleira e caem no lago à frente, com o maior estrondo e movimento. Fica muito fácil de entender porque vem gente de todo o mundo para a patagônia argentina…
Perito Moreno tem uma cor azulada – fruto da enorme compressão existente na massa de gelo, e quando bate o sol… você tem um grande diamante faiscante à sua frente, cercado de montanhas e bosques, e um pequeno lago – divino!
Estando em Perito Moreno, você pode ainda: passear de barco neste laguinho à frente da geleira,  usando aqueles barcos infláveis com pequenos motores de popa (os “gomones“), um passeio muito legal e impressionante; ou caminhar sobre a geleira perito moreno (sim !!!), em passeios guiados e com o uso de “grampones“,  que são armações de aço adaptadas aos calçados,  com pontas no solado –  imperdível, não deixe de experimentar isso.
Além de visitar o Glaciar Perito Moreno, você poderá fazer um passeio de barco pelo Lago Argentino – o visual é maravilhoso, o lago é cristalino, e você estará cercado de natureza no seu estado mais selvagem e primitivo –  avistando dezenas de outras geleiras, algumas realmente enormes. Este passeio dura todo o dia, e… com certeza justifica sua permanência em Calafate por mais tempo,  há muito o que ver e fazer neta região da Patagônia.
El Calafate é muito simpática e divertida, sempre cheia de gente de todo o mundo, e suas muitas línguas –  um restaurante de Calafate, à noite, é uma verdadeira torre-de-babel,  vale a pena ficar escutando para adivinhar o país de origem daqueles gringos das mesas ao lado, acredite.
Ah, e a comida é muito boa, há escolha para todos os gostos.
O cheirinho…  Calafate tem um cheirinho todo próprio, que vem de sua vegetação – uma mistura de aromas de ervas, e dos muitos plátanos e álamos desta região da Patagônia. Tenha a certeza de que isso você não irá esquecer: deveria poder ser engarrafado, para venda aos turistas encantados!
Um passeio muito especial que pode ser feito por quem está em El Calafate: visitar o Parque Nacional Torres del Paine, em território chileno, um dos lugares mais lindos do planeta – lagos, cascatas, bosques, geleiras, montanhas, num conjunto de belezas realmente extraordinárias. É um passeio de todo um dia, e é lindo o tempo todo,  desde a saída até a chegada, as vistas e atrações se sucedem sem parar – você está cercado de Patagônia por todos os lados!

Patagonia Feelings – Ushuaia II

O que seria de Ushuaia sem seus passeios, atrações e atividades? Hoje você entenderá o porque dessa cidade ser tão fascinante! Curta mais um episódio da Patagônia Feelings!

Os passeios de Ushuaia: há muita coisa para ver e fazer na região… desde os passeios de catamaran, para avistar os animais que ocupam as ilhotas (e você irá cansar de ver pingüins, elefantes-marinhos, focas, lobos-marinhos), a visita ao antigo presídio – imperdível – , o passeio com o trem-do-fim-do-mundo, em que os presidiários eram levados aos bosques da região para cortar lenha; o parque nacional, o Cerro Castor… a cidade, além disso, é zona franca: Ushuaia tem um bom numero de lojas, que vendem coisas do mundo inteiro, e a preços mais que convidativos. Enfim: a semana passa rápido, e há mais coisa para ser feita em Ushuaia do que tempo disponível – e assim você terá ocupação total para seus olhos e sentidos durante a sua viagem para a Terra do Fogo.

Falando em passeios em Ushuaia… o tal presídio é realmente algo muito impressionante, com suas paredes enormes, suas celas que abrigavam os inimigos políticos (e os viam morrer em pouquíssimo tempo pelas condições terríveis do lugar) e as incríveis histórias que são contadas pelos guias que acompanham as visitas. Não perca a história do Enano Orelludo, um personagem local – imperdível. Coisas da Patagônia !

O Museu do Fim do Mundo é uma pequena casa no centro de Ushuaia… para quem gosta de história, é uma visita obrigatória: as incríveis dificuldades envolvidas com a formação do povoado, o extermínio dos nativos pelos espanhóis, os tempos da pesca das baleias-franca e baleias-jubarte, com fotos e diários da época, artefatos, espécimes encontrados na região – enfim, dá para passar horas dentro deste lugar encantado, conhecendo detalhes e curiosidades da Patagônia Argentina.

Para quem gosta de manter a forma enquanto está viajando, uma dica legal: correr em Ushuaia é muito legal… imagine, você está a 800 km da Antártida, tudo à sua volta é muito diferente de tudo o que já viu por aí, e de vez em quando você cruza com um leão-marinho tomando um solzinho; ou uma baleia mostra a sua enorme cauda… ao fundo, transatlânticos, barcos de pesca… Mas bah!

PS: leve os seus tênis junto!

Dica para comer – muito - bem em Ushuaia O Restaurante Tia Elvira, uma tradição desta cidade patagônica! Você está na beira do oceano, e assim… a escolha natural é para as coisas do mar: pescados, camarões e lagostas, ostras e mariscos, mexilhões, vieiras, e as famosas centollas – aqueles caranguejos enormes e deliciosos! Veja estas fotos: um prato de centolla, uma merluza negra com batatas ao forno – uma delícia a mais neste seu roteiro no Fim do Mundo!

Próxima parada da Patagônia Feelings é… El Calafate! Aguarde…

E se você quiser mais informações, dicas, ou bater um papo: contato@pointdaneve.com.br

Patagonia Feelings – Ushuaia

Ao sul do sul… Ali onde o vento sopra. Uma terra de fantasias e mistérios; de histórias e lendas… Uma terra de sonhos que atraem, que inunda a alma de perfumes e paisagens que se estendem até o horizonte. Ali está a Patagonia. Eterna e majestosa, com seus gelos e bosques, com suas planícies infinitas, suas montanhas desnudas de rocha e nuvens, com seus mares implacáveis e seu místico silêncio… Ali está a Patagônia, ao sul do sul… onde terminam Argentina e Chile… onde termina o mundo.

Com esse espírito, vamos apresentar, com muitas dicas e curiosidades, o que você pode encontrar nessa região tão magnífica e deslumbrante! O primeiro destino a ser apresentado é Ushuaia, aproveite!

Ushuaia, por sua posição geográfica extrema – pense bem, não existe nenhuma outra cidade do planeta tão próxima à Antártida, são apenas 800 km de distância entre a Terra do Fogo e o continente antártico – tem características muito marcantes em diversos sentidos: você irá conviver, no seu dia a dia, com coisas que não está acostumado e que ficarão gravadas em sua memória; isso é a Patagônia!

O céu de Ushuaia, pode ter certeza de que o céu, na região da terra do fogo, é bem diferente daquele que você vê aqui no Brasil. Durante o dia, nuvens esfarrapadas, fruto do intenso vento das altitudes mais elevadas – ali se encontram os oceanos atlântico e pacífico, e há os encontros de correntes de ar – é o cotovelo do mundo; e durante a noite, as estrelas parecem ter mudado de lugar e de posição – além do que você irá ver muitas, mas muitas estrelas, pois a atmosfera limpa e ausência de luminosidade em centenas de quilômetros ao redor são aliados seguros para quem gosta de olhar para o céu à noite. Enfim: o céu da patagônia é deslumbrante!

A fauna de Ushuaia, imagine enxergar, todos os dias, pingüins aos bandos, por exemplo… ou passar ao lado de um elefante-marinho que descansa suas toneladas após uma refeição de muitos peixes… estar olhando o mar e ver um rabo de baleia levantar, majestoso, a pouca distância… sim, os animais desta região da Patagônia são exóticos, e este, um contato para lá de marcante na vida de qualquer um.

A arquitetura de Ushuaia, a cidade, que durante muitos anos serviu apenas como ponto de ocupação de território, presídio, e apoio a atividades pesqueiras extremas (puxa, estamos hablando do “fim do mundo”!) é uma mistura de casinhas coloridas com telhados de zinco, casas estilo colonial, prédios modernos, numa mistura que encanta a todos os turistas: é difícil você encontrar uma cidade com aparência tão exótica – também ressaltada pela geografia, com o mar na frente e as montanhas cercando de muito perto. Pura Patagônia!

A população de Ushuaia, você irá encontrar um pessoal muito gentil e simpático, que convive há muitos anos com o turismo e assim entende a importância de um ótimo tratamento aos visitantes como fonte de subsistência desta região patagônica; assim, junto com os locais você irá ver, também, gente vinda de todo o mundo para conhecer as belezas da Terra do Fogo, para ver baleias e pingüins, a flora e toda fauna da região – e os turistas que descem dos navios de cruzeiro, que quase todos os dias ancoram em Ushuaia para o pessoal conhecer a cidade, fazer umas comprinhas e aproveitar os muitos restaurantes.

E… não percam as próximas dicas de Ushuaia, que estão saindo do forno…

Patagonia Feelings

A partir de hoje, o Point da Neve irá iniciar uma série de posts sobre a Patagônia, uma região tão magnífica e deslumbrante, que proporciona os mais diversos tipos de paisagens, atividades e experiências. Acompanhe de pertinho a Patagônia Feelings!