fechar menu fechar menu

Ladrão que rouba ladrão….

Uma equipe de filmagem da BBC flagrou um pinguim ladrão na Antártida. A equipe passou quatro meses junto com uma colônia de pinguins-de-adélia gravando um programa e conseguiu capturar imagens de um deles roubando as pedras do ninho do vizinho.
Os machos da espécie constroem os ninhos com pedras para proteger os ovos e aqueles com os melhores ninhos têm mais chances de atrair uma fêmea. Em uma colônia com 500 mil pinguins, as melhores pedras são muito disputadas.
Os cinegrafistas da equipe da BBC já sabiam que, ocasionalmente, os pinguins roubam pedras dos vizinhos, mas é um grande desafio conseguir flagrar o momento.
O cinegrafista, Mark Smith, teve que se abaixar e ficar com a câmera na altura dos pinguins, cerca de 50 centímetros, para conseguir as imagens. Enquanto um dos pinguins monta cuidadosamente seu ninho trazendo as pedras, uma a uma, o ladrão do grupo espera que o construtor se afaste para roubar as melhores pedras. O construtor do ninho não parece notar o roubo, já que o vizinho faz tudo rapidamente. E, enquanto ele se afasta, o ladrão apenas observa e espera a chance de pegar mais uma pedra.O cinegrafista teve que enfrentar, além do frio, o barulho incessante e a agressividade dos pinguins. Segundo Smith, as aves parecem que estão sob efeito de cafeína, de tão agitadas.

Fonte: BBC

Douglas Dalua e o downhill speed.

Nascido em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, Douglas Dalua foi abduzido pelo mundo do skate em 1997. Apaixonado por velocidade, não demorou mais que dois anos para abraçar de vez a modalidade downhill speed. Após conquistas em diversos circuitos, entrou para o Guinness Book em 2010 como o skatista mais rápido do planeta – sua marca foi de 113 km/h, atingida em Teutônia (RS). No mesmo ano foi eleito pela conceituada revista Concrete Wave como o speedboarder do ano.



Este ano, será apresentado um documentário assinado pela Zeppelin filmes e com direção de Rodrigo Pesavento, no qual mostra o skatista Douglas Dalua na busca pelo título mundial de Downhill Skateboarding no ano de 2010. O documentário será dividido em 5 capítulos, cada um com duração de 23 minutos.Exibe as belezas das ladeiras naturais de cinco continentes – Américas do Sul e Norte, Europa, África e Oceania. Acompanha momentos emocionantes, como uma subida ao pódio ou o nascimento de um filho.


Dalua Downhill não é um filme só para quem é fã de skate. É para quem curte uma boa história. É o registro da busca do skatista Douglas Dalua pela conquista do Circuito Mundial IGSA. Vai além das pistas e da velocidade. Traça paralelos pessoais, aborda as dificuldades e não faz segredos sobre os altos e baixos, as dores e as delícias de quem faz do desafio a sua vida.

A seguir o teaser de lançamento do documentário:

DaluaDownhill – Teaser Ep.01 from Zeppelin Filmes on Vimeo.

Primeiro episódio – Douglas Dalua na América do Norte


Jeremy Jones – Deeper

Este final de semana assisti a um filme de snowboard, mas era um vídeo de superação de limites, snowboard extremo, diferente de qualquer um que já tivesse visto.O filme “Deeper” foi um projeto do experiente snowboarder, Jeremy Jones. Uniram-se a ele nas filmagens muitos outros grandes “entendedores” do assunto, tais como Travis Rice, Jonaven Moore, Xavier de Le Rue e Johan Olofson . Os grandes nomes do snowboard juntos em um só filme, que a meu ver, é sensacional.

No filme feito em parceria com Teton Gravity Research, Jeremy Jones parte com o objetivo de alcançar os picos de neve mais distantes e inacessíveis sem o auxílio de snowmobiles, lifts ou helicópteros. Algumas das escaladas são impossíveis de acreditar. O legal deste filme é que é uma quebra nesta onda dos filmes de snow e ski, de rails, tricks, heli skiing e super pipes. Eles voltam as origens de certa forma, caminham para alcançar os picos, escalam paredões, fazem snowboard em bowls inacreditáveis e os drops… nem vou comentar, só vendo.
Alaska, Chamonix, Antártica, Sierra Nevada e muitos outros lugares são o cenário deste filme que certamente deixará todo mundo vidrado em cada movimento deles, os riscos, habilidades, montanhas e paisagens das mais incríveis e inusitadas.
Um filme para qualquer pessoa que tenha essa paixão pelas montanhas e pela neve. Enfim, pela adrenalina, sensações e os momentos inesquecíveis que podem nos proporcionar!
Coisas que só sentindo para entender…

Neve + Orbit Mint = Refrescância!


Instalação interessante desenvolvida pela agência BBDO PKP da Áustria para promover a refrescância que as balas Orbit Ice Mints proporcionam aos usuários. Um canhão de neve foi colocado atrás de um outdoor com a imagem de um homem reforçando o conceito de hálito fresco.

Genial!!! Mas quem dera eu achar uma bala que tivesse esse efeito mesmo…

Fãs do freeskiing: “The way I see it”, ganhador do Snow Film Fest NYC

No dia 22 de novembro do ano passado, aconteceu em Nova York, durante 2 dias, o 1º Snow Film Fest NYC, apresentado pela Skullcandy (é a marca dos fones de ouvido que viraram febre nos EUA e também entre o pessoal dos board sports). Houveram exibições de filmes, com cerca de 2.500 pessoas presentes, com direto a muitas festas e estréias. É, parece que realmente os filmes de ski e snow chegaram pra ficar e ganharam até festival em Nova York. O evento foi no badalado Tribeca Cinemas and Lounge e apresentou 24 filmes, tanto de ski quanto de snowboard, do mundo todo. As festas aconteceram com a presença dos diretores, atletas, todo pessoal envolvido e também com os DJ’s da turma da Skullcandy.

O ganhador do prêmio de melhor filme de ski foi o “The way I see it” – MSP Films. Foram filmados alguns dos melhores freeskiers do mundo, como Bobby Brown, Mark Abma, Sean Pettit, Colby West, e outras tantas feras do esporte, justamente compartilhando o ponto de vista deles sobre o que significa ser um esquiador e dando suporte a isso com uma super performance, cheia de aventura, diversão e parceria, nas paisagens com neve mais incríveis do mundo. Afinal, this is what skiing is all about!!!
O filme foi feito em várias locações, tais como British Columbia, Japão, Idaho, Alaska, Colorado, Suíça, Washington e muitas outras.
Dá pra conferir abaixo o trailer do vídeo. É mais um masterpiece para os fãs do freeskiing.

Snowboard 1990 x 2011!

Pessoal, quando eu vi não acreditei!!!

Olhem só o que foi a evolução do snowboard nos últimos 20 anos, desde o estilo das roupas, a qualidade das pistas (seria um superpipe?), manobras e agilidade do snowboarder.

O primeiro vídeo abaixo, é uma competição de superpipe, imagino eu. Realmente nunca tinha visto vídeos de snowboard de 1990. O segundo vídeo é de 2011, com ninguém mais, ninguém menos que Shaun White arrasando no superpipe (como nós o conhecemos atualmente).

Vale a pena conferir.

Os vídeos falam por si só.

News Tribune Attic

Pra deixar na vontade…

Fim de março, os ski resorts do Hemisfério Norte já se despedindo da snow season no próximo mês, as nossas estações de ski nos Andes ainda sem neve e nós, brasileiros, ficamos por esse espaço de tempo sem muitas opções para matar a vontade de esquiar.

Então aí vai um short video do Mike Benson e outros snowboarders em uma das melhores montanhas dos EUA: Mammoth Mountain!
Certamente, só aumentará a nossa vontade de ir correndo para montanha ao ver ele acordando às 7:49 da manhã, e toda aquela rotina de preparação (que a gente bem sabe como é) para chegar cedo, pegar o lift e fazer o primeiro drop… melhor ainda se for o primeiro da temporada! What a feeling!
Curtam bastante o vídeo e enquanto a vontade de esquiar só aumenta, esperaremos até Junho para poder curtir de verdade!

Vídeo 360°


Você já viu um vídeo em 360°? Podendo interagir, girar para um lado e para o outro e continuar assistindo ao vídeo?
Eu ainda não (até agora). E não estou falando do Google Earth!!

É uma experiência impressionante, ainda mais se o vídeo for de ski! Curtam:

Valeu a dica, Gui!